EnglishPortugueseSpanish

Conheça os 4 pilares fundamentais da Governança Corporativa

Governanca_Corporativa-

O que é Governança Corporativa e quais seus benefícios?

Governança Corporativa, talvez você já tenha ouvido esse termo no ambiente de trabalho, no jornal ou mesmo no dia a dia. Mas, você sabe o que significa e quais benefícios ela pode trazer para a continuidade de um negócio?

Governança Corporativa é um conjunto de princípios, práticas e processos que rege o sistema de poder nas empresas, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte, tendo como principais objetivos conciliar interesses, garantir a transparência das informações e conduzir uma atmosfera de responsabilidade corporativa dentro da organização.

Tudo isso se faz imprescindível se desejamos que um negócio continue lucrativo ao longo de décadas, pois traz segurança por parte dos stakeholders de que a gestão adotada é a mais adequada ao que o mercado e os novos tempos exigem desse negócio.

Como a Governança Corporativa se relaciona com a Gestão?

Quando falamos em Governança Corporativa, é comum que algumas pessoas a confundam com Gestão Empresarial, afinal ambas atuam acerca das decisões tomadas em uma organização. Mas saiba que a grande diferença entre as duas não está no que atuam, mas sim em como atuam.

Governança Corporativa e Gestão Empresarial não são a mesma coisa!

Os responsáveis pela Gestão Empresarial devem planejar, executar, dirigir e controlar processos e projetos, visando tomar decisões que, otimizem recursos como tempo e dinheiro, por exemplo. Já para os responsáveis pela Governança Corporativa, não importa qual decisão foi tomada, e sim em como está estruturado o processo da tomada dessa decisão.

Vamos exemplificar: O gestor da Indústria X, decide sozinho contratar a empresa Y para fornecer sua principal matéria-prima, pela simples motivação do gestor dela ser seu amigo, sem avaliar a fundo preços e condições de pagamento. Mais tarde, ao apurar os resultados financeiros da organização, os sócios da Indústria X percebem que as margens de seus principais produtos andam apertadas justamente pelos custos elevados, prejudicando os lucros projetados.

No exemplo acima, se a Indústria X tivesse um sistema de Governança Corporativa, a decisão de contratar um fornecedor para a sua principal matéria-prima, com certeza passaria pela Política de Compras, que exigiria pelo menos 3 orçamentos e avaliaria os prós e os contras de cada um, questionando requisitos técnicos, qualidade, preços, etc. 

Os 4 pilares fundamentais da Governança Corporativa:

Como todo sistema de grande impacto estrutural, a Governança Corporativa conta com alguns pilares fundamentais. Neste artigo falaremos de quatro deles:

  1. Conselho de Administração: O Conselho de Administração é um pilar chave do sistema de Governança Corporativa, pois através dele é que se pondera o posicionamento de todos os membros de forma técnica e balanceada. A composição de um Conselho de Administração é limitada ao modelo de Governança Corporativa adotado e pode ser apoiada por comitês temáticos (que normalmente são especializados em temas ligados ao core business ou a estratégia da empresa). O Conselho de Administração deve ter um presidente eleito pelos demais conselheiros, e uma agenda de reuniões, para tratar dos temas mais importantes para a organização.
  2. Contabilidade: A Contabilidade é a fonte de informações originária à prestação de contas, devendo ser extremamente confiável e diligente. Através dela, são elaboradas as demonstrações contábeis que mostram a saúde financeira e econômica do negócio.
  3. Políticas e Normas: A empresa deve ter Políticas e Normas que norteiem a conduta de seus membros em diversas situações, sejam de cunho ético, moral ou conflitante com os objetivos da organização. Algumas empresas elaboram um Estatuto de Políticas e Normas, e o divulgam por meio físico e digital.
  4. Auditoria Interna e Auditoria Independente: São os agentes fiscalizadores das informações transmitidas na Prestação de Contas. Devem ser imparciais e fornecer um relatório que ateste ou não sobre a veracidade e a conformidade dessas informações.

Como podemos ver, a Governança Corporativa é imprescindível na hora de assegurar que seu negócio dure várias gerações de forma sustentável, além disso garante um processo estruturado para a tomada de decisão.

Se você gostou desse artigo e gostaria de conhecer essa solução mais a fundo, entre em contato com a Alianzo, temos uma equipe especializada para atender o seu negócio e indicar o melhor formato para implantação de Governança Corporativa. 

 

Fonte:

 

  • IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa – http://www.ibgc.com.br/;
  • Livro: “Governança Corporativa – Fundamentos, Desenvolvimento e Tendências”. Autores: Adriana Andrade e José P. Rosseti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Alguns Clientes


Obrigado! Você está cadastrado em nossa Newsletter!