EnglishPortugueseSpanish

Tenho boa margem de lucro, mas estou com dificuldade no fluxo de caixa. O que explica isto?

Nem sempre ter boas margens de lucro significa que a empresa não terá dificuldade no fluxo de caixa e vai conseguir sustentar a operação em longo prazo. Esta é uma realidade cruel para o empreendedor, pois ter um negócio lucrativo é apenas uma parte da caminhada em busca do sucesso do seu negócio, outro ponto é atender a perspectiva do fluxo de caixa.

Há uma máxima das finanças indicando que “o caixa é rei”, por isto, é fundamental compreender os impactos que os movimentos realizados em sua estratégia e operação do negócio tem para o caixa. Elenco três elementos como essenciais para uma boa gestão e evitar dificuldades no fluxo de caixa da empresa:

  1. o planejamento tributário;
  2. a necessidade de reinvestimento no imobilizado;
  3. e a reinvestimento na operação.

Para o melhorar a gestão do fluxo de caixa, evitando dificuldades no futuro, com relação ao planejamento tributário, podemos citar, por exemplo, a opção adequada do regime tributário e a organização societária do negócio como aspectos que impactam no processo. Quanto à necessidade de reinvestimento no imobilizado podemos citar o planejamento para identificação do momento adequado de realização destes gatos. No entanto, entendo que o grande vilão dessa história, se é que podemos classificar assim, é a necessidade de reinvestimento na operação.

De forma meramente ilustrativa, podemos dizer que a operação de um negócio se dá da seguinte forma:

A empresa compra produtos de seus fornecedores e estocam até o momento da venda; geralmente, os fornecedores fornecem prazo para o pagamento, financiando a operação, e, de forma semelhante, a empresa também fornece prazo aos seus clientes, o que exige uma aplicação de recursos da empresa. O descasamento entre o desembolso para pagamento dos fornecedores e o recebimento do recurso das vendas aos clientes é o que explica a necessidade de reinvestimento na operação.

Cuidado com o Efeito Tesoura!

O pior cenário do fluxo de caixa é tecnicamente conhecido como Efeito Tesoura, que representa o aumento da dependência de recursos de curto prazo para o financiamento dessa necessidade reinvestimento na operação. Situações que podem levar ao Efeito Tesoura por vezes podem ser percebidas de forma positiva pelo empresário, a exemplo do desejo tácito de crescer e da elevada distribuição de resultados. Por outro lado temos inadimplência, inflação elevada e redução nas vendas que também levam ao Efeito Tesoura.

O que fazer então?

Você já sabe o que é e entende os efeitos de ter um dificuldade no fluxo de caixa. Vamos agora falar de solução!

Para resolver o problema de fluxo de caixa é necessário fazer uma reflexão sobre o seu negócio. A tarefa é realizar um diagnóstico financeiro na sua empresa e, por isso, a importância dos três elementos essenciais: o planejamento tributário; a necessidade de reinvestimento no imobilizado e a reinvestimento na operação.

Quer saber mais sobre como eliminar as dificuldades no fluxo de caixa? A Alianzo tem em seu portfólio, serviços que te darão suporte para enfrentar o problema e resolvê-lo, de modo a garantir a sustentabilidade e o sucesso do seu negócio. Fale agora mesmo com nosso time de especialistas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Alguns Clientes


Obrigado! Você está cadastrado em nossa Newsletter!