Compliance: Conheça os Objetivos e Vantagens 

As empresas estão cada vez mais se atentando em como manter a percepção positiva da sua reputação perante o mercado em que atuam. Isso porque estão cada vez mais inseridas em um cenário cujo acesso às informações ocorre com muita facilidade.

Isso se deve ao fato de que o mercado busca se relacionar com empresas que estejam executando boas práticas em suas atividades, de maneira honesta e íntegra, com responsabilidade social e ambiental.

Atualmente, zelar pelo cumprimento das normas, leis e regulamentos que competem a todas as esferas de atuação da instituição é um diferencial competitivo para aqueles que mantêm um Programa de Integridade e Compliance.

Portanto, para que você se inteire sobre o assunto, vamos entender qual o objetivo do compliance, assim como vantagens e objetivos.

Qual o objetivo do compliance?

O termo compliance vem da expressão em inglês “to comply”, em que podemos resumir em conformidade ou fazer cumprir.

O termo  ganhou mais visibilidade no Brasil após escândalos de corrupção, desvios financeiros e más práticas de conduta relacionando interesses públicos e privados.

Daí surgiu-se a Lei Anticorrupção brasileira, a Lei 12.846/2013. 

O Programa de Compliance nas organizações tem o papel de fazer cumprir as leis, normas e regulamentos que a empresa está sujeita.

A atuação de um programa de compliance atua nos campos e regramentos empresariais, contábeis, fiscais, trabalhistas, ambientais e dentre outras áreas do negócio. 

Para auxiliar a alcançar a boa reputação perante a sociedade, o compliance trabalhará com a identificação de pontos de melhoria por meio de: 

  • Mapeamento de riscos;
  • Reestruturação de regras e políticas;
  • Padronização de processos.

A criação de um Comitê de Compliance também se faz necessário para o bom andamento da estrutura desse departamento. 

Entendendo mais profundamente qual o objetivo do compliance:

  • Zelar da imagem da empresa;
  • Estruturar as operações da empresa garantindo a segurança e idoneidade nos processos;
  • Evitar prejuízos financeiros;
  • Aperfeiçoamento da gestão de riscos da operação;
  • Manter a cultura de compliance entre os agentes de governança; 

Os objetivos listados acima norteiam todos os trabalhos executados pelo compliance com o objetivo de alcançar o alto nível de conformidade.

Sendo assim, na medida que uma organização cresce, manter-se em conformidade com todas as regras também tem seu grau de dificuldade elevado e este movimento deve ser monitorado. 

As vantagens de implantação do Compliance 

Uma vez que o compliance é implantado na organização e efetuando as devidas medidas de monitoramento, controle e correção necessários de modo contínuo, diversas vantagens e benefícios podem surgir, tais como: 

– Ganho de vantagem competitiva, frente aos concorrentes sem Compliance; 

– Maior visibilidade no mercado, devido à boa imagem; 

– Atração de melhores talentos, pela segurança nos processos trabalhistas e clareza nos processos; 

– Atração de investimentos, incluindo possibilidade de expansão nacional e internacional; 

– Aumento da qualidade de produtos e serviços oferecidos, através da padronização (certificação ISO, por exemplo); 

– Aumento de credibilidade, através do atendimento de expectativas de cunho social; 

– Transparência em relação à prestação de contas para a sociedade. 

Contudo, as vantagens não se limitam apenas às que estão elencadas acima,

Isso porque  quando a empresa é vista em conformidade com as normas, padrões, leis e regulamentos que disciplinam a conduta e atividades da empresa, outras oportunidades põem ser consideradas, inclusive a participação de processos de M&A, ou Fusões e Aquisições. 

Confira abaixo os riscos que uma organização pode ter caso opte por não manter um Programa de Compliance.  

Riscos para uma empresa sem Compliance 

Por sua vez, uma empresa sem o Programa de Compliance está sujeita a riscos que possam, inclusive, comprometer a continuidade de suas operações.

Dentre os riscos, podemos citar: 

Danos à imagem da empresa

Isso pode ocorrer quando a empresa se envolve em escândalos financeiros, de corrupção, irregularidades ou algum outro comportamento reprovável pela sociedade, que irão acarretar também em prejuízos materiais; 

Empresa mais suscetível a fraudes e roubos

Sem a padronização dos processos internos e a formalização de políticas, eventuais desvios de valores podem ocorrer. 

Números e resultados com baixa confiabilidade

 Decorrentes de manipulação de resultados, roubos, inadimplências (tanto da empresa quanto clientes) e por falta de acompanhamento dos processos; 

Baixa atratividade de talentos e investimentos

Sem o compliance a empresa passa a ser vista com maus olhos no mercado, tornando-a menos atrativa e segura para receber investimentos e afasta a possibilidade de atrair e reter bons talentos. 

Estes riscos desencadeiam prejuízos em qualquer medida de prazo.

Portanto, temos motivos suficientes para que sua empresa caso não tenha um Programa de Compliance, possa repensar seu posicionamento no mercado. 

Assim concluímos que um Programa de Compliance representa uma responsabilidade fundamental das empresas que desejam se mostrar transparentes, íntegras, seguras e sustentáveis perante a sociedade, cujos benefícios visam garantir que continuem em atividade por longo tempo e com sustentabilidade. 

Em contrapartida, a não implantação de um Programa de Compliance pode resultar em graves prejuízos (além dos financeiros) que comprometem a continuidade da organização. 

Ficou interessado em implantar o Compliance em sua empresa ou ainda tem alguma dúvida?

Entre em contato conosco, a Alianzo possui uma equipe capacitada para sanar suas dúvidas e te auxiliar no processo de construção, implantação e acompanhamento do Compliance. 

Descubra agora

como está o nível da entrega da sua contabilidade!

Sua empresa

é obrigada a fazer auditoria?

Últimos posts:

Cultura

Alianzo Inaugura Escritório em Houston, Texas – EUA e assume novos desafios internacionais

Cultura

Alianzo expande sua presença nacional e inaugura sede em Cuiabá – MT  

Tributos

Reforma tributária 2023: o que é, qual é o cenário atual e o que muda? 

Cultura

Alianzo garante presença no ranking Great Place to Work pelo 4º ano consecutivo enquanto se destaca entre as 10 melhores empresas do Centro-Oeste 

Tributos

Governo Federal poderá cobrar IRPJ e CSLL sobre benefícios fiscais de ICMS concedidos pelos Estados de acordo com decisão do STJ.

Estruturação Societária

Governo de São Paulo mantém imposto sobre heranças e doações (ITCMD)